Nature Tech: A Tecnologia Pode Resolver a Crise de Sustentabilidade? 

Nature Tech, um campo em expansão que funde a sabedoria da natureza com tecnologia de ponta, promete soluções transformadoras para a sustentabilidade ambiental, conservação e restauração da natureza.

Natureza em Crise: A Necessidade de Inovação

As práticas industriais modernas provocaram danos no ambiente, esgotando os recursos e degradando os ecossistemas. A dependência excessiva de combustíveis fósseis, o desmatamento desenfreado, a poluição e a destruição de habitats levaram os ecossistemas da Terra à beira do precipício. À medida que a população global aumenta, a procura por recursos intensifica-se, exacerbando essas questões.

Ignorar os problemas ambientais levou a consequências terríveis, como as alterações climáticas, a perda de biodiversidade e a escassez de recursos, ameaçando tanto a vida selvagem como a saúde humana. A frequência crescente de desastres naturais, escassez de alimentos e de água são resultados diretos da má gestão ambiental. A dimensão da crise é impressionante: um milhão de espécies estão em vias de extinção, metade das nossas florestas desapareceram e quase metade dos nossos ecossistemas estão em declínio!

Enquanto isso, a natureza é um grande negócio. O World Economic Forum identifica a perda de biodiversidade e o colapso dos ecossistemas como um dos principais riscos que a humanidade enfrentará na próxima década, uma vez que mais de metade do PIB mundial depende da natureza e dos seus serviços. A polinização, a qualidade da água e o controlo de doenças são apenas três exemplos dos serviços que os ecossistemas podem prestar.

A imagem abaixo mostra que a intensificação dos esforços de conservação por si só não é suficiente para inverter esta curva de perda de biodiversidade, fortalecer os ecossistemas e mitigar as alterações climáticas. Precisamos de transformações substanciais e rápidas, e é aqui que a Nature Tech assume o protagonismo.

Este prestigiado estudo publicado na revista Nature em 2020 mostrou que são necessários esforços acrescidos para evitar novas perdas de biodiversidade terrestre e dos serviços dos ecossistemas que esta proporciona. Foram propostos objetivos ambiciosos, como a inversão das tendências de declínio da biodiversidade; no entanto, só a tarefa de alimentar a crescente população humana tornará este objetivo um desafio.

Nature Tech: Fusão da Inovação Com a Natureza

Pode parecer contraditório: natureza e tecnologia têm sido tipicamente forças opostas. Historicamente, a natureza tem sido frequentemente esmagada pelo avanço implacável da tecnologia, desde fábricas e veículos que poluem o ar e a água e prejudicam os ecossistemas, até à exploração agrícola e madeireira industrial, causando a destruição generalizada das florestas.

O Boom Tecnológico da Natureza

Aqui estão alguns exemplos interessantes:

1. Monitorização por Satélite para o Capital Natural


2. Monitorização da Biodiversidade com eDNA

O eDNA está a revolucionar a monitorização da biodiversidade, permitindo a deteção precoce de espécies invasoras e orientando os esforços de conservação com o mínimo de perturbação da vida selvagem e dos habitats.

3. Simulação de Ecossistemas Com Digital Twins

Os Digital Twins estão a revolucionar os esforços de gestão e conservação das florestas, permitindo a tomada de decisões em tempo real para preservar a biodiversidade e a saúde dos ecossistemas.

4. Contabilização Transparente da Natureza com Blockchain

5. Tecnologia de Drones para Reflorestação

6. Têxteis Sustentáveis com Polímeros de Base Biológica

7. Relatórios de Sustentabilidade com Tecnologias Avançadas

8. Conectar os Mercados da Natureza com Aplicações Móveis

O aumento da implementação da recuperação de base científica de florestas e paisagens pelos atores das comunidades locais beneficiará a terra, a água, o clima, a biodiversidade e as pessoas.

Adotar estes avanços é imperativo. A proteção e a restauração da natureza desempenham um papel significativo na nossa capacidade de adaptação às alterações climáticas. O Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (PIAC) alerta para a necessidade de reduzir as emissões globais de gases com efeito de estufa em 45% em relação aos níveis de 2010 até 2030, a fim de limitar o aquecimento global a 1,5 °C acima dos níveis pré-industriais. Esta urgência sublinha a necessidade de integrar a Nature Tech nas nossas estratégias ambientais… mas a que custo?

O Lado Negro da Tecnologia da Natureza

Embora a Nature Tech ofereça imensos benefícios, também apresenta desafios:

1. Custos Iniciais Elevados

As tecnologias avançadas exigem investimentos substanciais, que podem ser inviáveis para organizações ou comunidades mais pequenas.

2. Privacidade e Segurança de Dados

Garantir a privacidade e a segurança dos dados recolhidos através de tecnologias como a monitorização por satélite e a tecnologia de Blockchain é crucial para evitar infrações e utilizações indevidas.

3. Impacto Ambiental da Tecnologia

A produção, implementação e eliminação de dispositivos tecnológicos podem ter impactos ambientais, exigindo uma gestão cuidadosa para evitar a poluição.

4. Deslocalização Social e Económica

A automatização na agricultura e noutros setores pode levar à deslocalização de postos de trabalho, afetando as economias e meios de subsistência locais.

Apelo à Ação

A automatização na agricultura e noutros setores pode levar à deslocalização de postos de trabalho, afetando as economias e meios de subsistência locais.

Embora a Nature Tech seja muito promissora para melhorar a sustentabilidade e enfrentar os desafios ambientais, a sua implementação requer colaboração, investimento e considerações éticas. Como podemos garantir um acesso equitativo a estas tecnologias? Que medidas podem ser tomadas para mitigar os impactos negativos da implantação de tecnologias no ambiente e na sociedade?

Como afirma Lucy Almond, Diretora e Presidente da Nature4Climate:

“A tecnologia é uma ferramenta; depende de nós a forma como a utilizamos. Agora, a natureza também precisa de apoio tecnológico.”

Rachelle Amess

Técnica Especialista de Sustentabilidade